Movimentação de passageiros quase dobra no Aeroporto Sant’Ana

Por Millena Sartori
 
Aumento em fevereiro foi de 91% em relação ao mesmo período do ano passado
 
A Secretaria de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, gestora do Aeroporto Municipal Comandante Antonio Amilton Beraldo, divulgou hoje (7) o balanço da movimentação do aeródromo em fevereiro. Foram feitos 1.247 pousos e decolagens, que permitiram o embarque e desembarque de 3.645 passageiros – enquanto a quantidade de voos mais do que duplicou em relação ao mesmo período do ano passado, registrando alta de 114%, o deslocamento de passageiros cresceu 91%.

Enquanto o aeroclube totalizou mais de dois mil embarques e desembarques em cerca de mil pousos e decolagens, a categoria geral, que engloba voos executivos e serviços como o aeromédico, movimentou 241 passageiros em 213 voos. Já a aviação regular, que hoje oferta quatro voos semanais com destino a Campinas (SP), registrou mil e quatrocentos passageiros em 26 voos.

Segundo o superintendente do Aeroporto Sant’Ana, Victor Hugo Oliveira, os números devem aumentar com a futura ampliação de voos comerciais. “Esses totais significativos mostram que a região dos Campos Gerais comprou a ideia do aeroporto. Estamos com projetos de expansão para ofertar dois voos diários para Campinas e criar linhas para Foz do Iguaçu e Porto Alegre, destinos identificados como demanda dos nossos usuários”, aponta Oliveira.
 
O secretário da pasta, José Loureiro, destaca a mudança de horários dos voos regulares. “No último mês mudamos a grade de voos comerciais da tarde para a manhã, o que já era um pedido dos nossos passageiros. Além dos investimentos recentes, a nossa diminuição na alternância de voos também é responsável pela credibilidade do aeroporto e, consequentemente, o aumento do seu uso”, avalia Loureiro.
 
Estruturação

Desde a sua reinauguração, em julho de 2016, o aeroporto municipal vem recebendo uma série de investimentos que, para os seus gestores, são responsáveis pelo crescente aumento de uso do local. No ano passado, por exemplo, foram feitas revitalização da pista e disponibilizado um posto de abastecimento de aeronaves, e em breve R$ 35 milhões devem ser liberados para novas obras de ampliação do terminal de passageiros, melhorias no estacionamento de veículos, ampliação do pátio de aeronaves e a construção de uma área de giro e de mais uma taxiway.