ANO DA GASTRONOMIA: Fundação de Turismo estuda novas parcerias para realização de eventos em 2019

Por Ana Bitencourt Maravieski
 
Representantes da Fumtur foram até a Unicesumar conhecer a Unidade e discutir a produção de projetos conjuntos com a instituição
 
Na tarde de hoje (9) o presidente da Fundação Municipal de Turismo (Fumtur), Edgar Hampf, e a diretora do Departamento de Turismo da Fumtur, Rosilete Martins, conheceram as dependências da Unicesumar Ponta Grossa. Durante a visita os representantes também conversaram com o diretor da unidade, Dr. Marcos Athayde, sobre a produção de um projeto conjunto voltado à gastronomia. A ideia contempla a realização de um evento em abril de 2019 – estabelecido pelo Conselho Paranaense de Turismo como o ano da gastronomia no Paraná.
 
“Fizemos essa visita para estabelecer as bases de ações cooperativas conjuntas, com vistas especialmente no âmbito do turismo gastronômico. Já estamos preparando uma extensa programação envolvendo a comunidade acadêmica, empresas do setor alimentício de Ponta Grossa e, evidentemente, as instituições do trade turístico. Abrimos as portas para novas rodadas de diálogos, novos processos de aproximação e resolução dentro deste caminho”, explica Edgar Hampf.

O diretor da unidade em Ponta Grossa, Marcos Athayde, atendeu os representantes. “Agradeço pela visita de vocês, a Unicesumar acolhe e apoia toda e qualquer proposta. Por isso tudo é passível de interagirmos e agirmos”, relata Athayde.

A diretora de turismo da Fumtur, Rosilete Martins, comenta a expectativa da Fundação em relação ao ano que vem. “Queremos fomentar o turismo gastronômico em Ponta Grossa no ano de 2019 e, assim, promoveremos ainda mais a cidade”, aborda Rosilete.

A coordenadora comercial da instituição, Renata Rocco, acompanhou a visita. “Antes de conversamos com o diretor da Unidade eu quis apresentar um pouco do nosso funcionamento na Unicesumar aqui em Ponta Grossa. Já temos a ideia de expandir nossa sede no ano que vem, tudo de acordo com a demanda de alunos que tivermos”, finaliza Renata.