Festival de teatro encerra nesta sexta com peça sobre feminismo

Por: Luana Caroline Nascimento
 
     Para fechar com chave de ouro a programação do Festival Teatro e Circo em Festa 2018, realizado pela Fundação Municipal de Cultura e SESC, o público poderá se surpreender com o espetáculo ‘Para Não Morrer’, do grupo Espaço Cênico, de Curitiba. Em aproximadamente 40 minutos, a premiada atriz Nena Inoue irá trazer à cena histórias reais que abordam temáticas femininas e feministas atreladas a questões políticas, especialmente da América Latina. A peça será apresentada no auditório B do Cine-Teatro Ópera, com entrada gratuita, e tem classificação indicativa de 14 anos.
     A montagem, que rendeu à Nena Ioune o Troféu Gralha Azul de Melhor Atriz em 2017, apresenta diferentes lugares, vidas e momentos históricos que se mesclam em uma voz que tem urgência em dizer e a coragem de narrar, contar. O Brasil é o quinto país com a maior taxa de violência contra a mulher e, para a atriz e idealizadora, esse fato é a principal motivação para trazer o assunto aos palcos. “A peça não trata apenas do feminicídio, mas também das indígenas, militantes, negras”, afirma. Nena relata que a maior referência da construção da peça é o dia a dia da vida das mulheres.
     O livro ‘Mulheres’, do autor Eduardo Galeano, também foi fonte de inspiração. “Quando eu li o livro já li com um lápis na mão. De alguma forma eu já sabia que se tratava de um trabalho que eu ia fazer”, conta. Segundo ela, as histórias são focadas em mulheres latino-americanas. “Minha maior referência é meu olhar do mundo. É trazer para hoje a história para que ela não fique em um canto estagnada. Lembrar é resistir”, finaliza a atriz.
     Realizado pela Prefeitura de Ponta Grossa, por meio da Fundação Municipal de Cultura, e pela Fecomércio SESC Paraná – unidade Ponta Grossa, por meio do programa SESC Encena, o festival tem o patrocínio do Botequim da Original e Garimpo 1926, e apoio do Centro Cultural Teatro Guaíra, Secretaria de Estado da Cultura e Associação do Circo e Teatro Organizado de Ponta Grossa (ACTO), além da promoção da RPC.