Central de Monitoramento: SMCSP capacita agentes para atendimento em situações de violência doméstica

por Josué Teixeira
 
 
Equipes da Central de Monitoramento e do fone 153 da Guarda Municipal estão sendo capacitados pela Secretaria Municipal de Cidadania e Segurança Pública (SMCSP) com o objetivo de ampliar a qualidade do serviço de atendimento oferecido para as mulheres que enfrentam situações de violência doméstica no município.  A iniciativa consiste na distribuição de material educativo voltado à conscientização dos Guardas Municipais, que trata não só dos problemas, mas também das limitações enfrentadas pelas mulheres até o pedido de ajuda às forças de segurança.  O conteúdo é disponibilizado a todas as equipes da Central da SMCSP, além de ser discutido durante reunião com a coordenação da Patrulha Maria da Penha.
De acordo com o secretário da pasta, Ary Lovato, a medida deve contribuir para fortalecer o bom trabalho desenvolvido pelos agentes no atendimento à comunidade. “A participação desses guardas municipais junto à coordenação da Patrulha Maria da Penha irá ampliar a qualidade do serviço oferecido para toda a população, principalmente no que diz respeito às mulheres em situação de risco”, declara.
Segundo a coordenadora da Patrulha Maria da Penha, a assistente social Liliane Chociai, os casos de violência constituem, geralmente, em um ciclo que se repete várias vezes até a mulher ter o ímpeto de denunciar. “Para que ela prossiga nesse processo é imprescindível que ela se sinta encorajada por todos os envolvidos no seu atendimento e isso começa desde que nossos agentes recebem a denúncia via telefone. Por isso desenvolvemos esse material, para que toda mulher que nos procure possa ter a certeza de que será atendida de uma forma humana e com um olhar consciente do seu papel no combate à esse tipo de crime”, finaliza Liliane.