Rangel recebe vice-campeões brasileiros pelo Vila Velha Vôlei

Por Danilo Kravchychyn
O excelente trabalho desenvolvido pela Associação Vila Velha foi destacado pelo prefeito Marcelo Rangel, que nesta quinta-feira (5) recebeu a visita dos atletas, técnicos e dirigentes, que apresentaram alguns dos troféus conquistados ao longo do ano nas principais competições de base do Paraná e do Brasil, com destaque para os vice-campeonatos dos Jogos Escolares da Juventude, disputados em Brasília, e da Taça Paraná Sub-16, que é realizada anualmente em Curitiba com as melhores equipes do voleibol brasileiro.
Na oportunidade Rangel falou do orgulho de ser ponta-grossense e do excelente momento do município nas diversas áreas de atuação, inclusive no esporte. “Neste ano festejamos com o Operário a conquista do Campeonato Brasileiro da Série D, com o Ponta Grossa/Caramuru a participação na Superliga Nacional e o título do Campeonato Paranaense de Voleibol, e com o NBPG o tricampeonato estadual de basquetebol; chegou a vez de comemorar o excelente trabalho da Associação Vila Velha nas categorias de base, assim como das equipes e atletas que vestem a camisa ponta-grossense em competições como os Jogos Abertos e os Jogos da Juventude”, enfatizou o prefeito.
Também presente, o vereador Rudolf Polaco lembrou-se dos tempos de estudante, dos treinamentos e jogos sob a orientação dos professores Dalmo e Laury. “Eles transformam pedra em jogador de vôlei”, brincou, destacando a dedicação da dupla. “Podem ter certeza que eles foram uma inspiração na minha formação e na de várias gerações, contribuindo para a formação de atletas e melhores cidadãos.”
Para o presidente Dalmo José de Souza, da Associação Vila Velha é o resultado de vinte e seis anos de dedicação ao esporte como técnico. “Precisei me afastar da quadra devido a problemas de saúde e isso propiciou o tempo necessário para estruturar uma entidade que atende a base do voleibol masculino princesino na formação dos jogadores, assim como na manutenção das equipes nos treinamentos e em competições, relatou o dirigente.
O treinador Jean Carlos Bobato e os atletas João Vitor Adriano, Matheus Sguario, Vinicius Alexandrino e Lohan Ito Ferreira integram a Seleção do Paraná no Campeonato Brasileiro de Seleções. “Mais um prêmio ao empenho da nossa equipe técnica e jogadores, que servem de exemplo para os garotos que estão começando no esporte”, concluiu Dalmo.
Trajetória
Fundada em 21 de novembro de 2016 a Associação de Voleibol Vila Velha já é uma realidade e o exemplo a ser seguido, contando com parceiros como a Fundação Municipal de Esportes (Fundesp), o Colégio Neo Master, Águia Sistemas, FESP, Café Lontrinha, Viação Campos Gerais, MacPonta, Razzo, Academia Swimming, Lavanderia Avaré, Panificadora Milla e Restaurante Monte Líbano.
Para 2018 será firmado convênio com a Odonto Ponta, assegurando o acompanhamento odontológico aos atletas, existindo ainda a possibilidade de parceria com uma instituição de ensino superior que vai possibilitar a permanência de jogadores que terminaram o segundo grau.
A comissão técnica é formada pelos treinadores José Laury Martins de Aguiar Júnior e Jean Carlos Bobato, com Gabriel Casanova Dagostini sendo o preparador físico e Felipe Kaike o fisioterapeuta.
O conselho diretor conta ainda com o vice-presidente Ciro Campagnolli, o tesoureiro José Carlos Sguario e a secretária Adriana Campagnolli.
Títulos
Os vice-campeonatos dos Jogos Escolares da Juventude, disputados em Brasília, e da Taça Paraná Sub-16, que é realizada anualmente em Curitiba com as melhores equipes de base do voleibol brasileiro, mostram o potencial da Associação Vila Velha e abrem a perspectiva de novas conquistas em 2018.
Mas Dalmo destaca o desempenho espetacular das equipes nas competições promovidas pela Federação Paranaense de Voleibol, Liga de Voleibol do Paraná e do , Governo do Estado do Paraná.
Na Sub-15 o Vila Velha Vôlei foi campeão do segundo turno do Campeonato Regional Paranaense, vice-campeão do Paranaense e dos Jogos Escolares do Paraná.
Pela categoria Sub-16 uma campanha de títulos na Copa Curitiba, Campeonato Paranaense, da terceira etapa da Liga de Voleibol do Paraná e do segundo turno do Campeonato Regional da Federação Paranaense. A medalha de prata no Taça Paraná, entretanto, foi a mais comemorada pelos atletas.
E na Sub-19, contando com atletas um ano abaixo da idade-limite da categoria, vieram as conquistas do Campeonato Paranaense Sub-19 (Segunda Divisão), dos 30º Jogos da Juventude do Paraná (Divisão B), da Copa Brasil em Gaspar/Santa Catarina, dos Jogos Escolares do Paraná e da terceira etapa da Liga de Voleibol do Paraná. Aqui também o vice-campeonato dos Jogos Escolares da Juventude, realizados em Brasília, foi o ápice da temporada.