Radar de inovação de Ponta Grossa aponta pontos positivos e negativos das áreas de oportunidade

Por Millena Sartori
 
Segundo workshop do mapeamento do ecossistema de inovação se concentrou nos principais setores da cidade
 
Foi realizado ontem (12) o segundo workshop do mapeamento do ecossistema de inovação de Ponta Grossa, que está criando um plano de ação para desenvolvimento local das micro e pequenas empresas. A reunião começou com a apresentação do segundo documento produzido pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi), que aponta os pontos positivos e negativos de cada setor estratégico identificado no primeiro encontro.

Logo após a discussão sobre os dados levantados os participantes foram divididos em quatro grupos para trabalhar especificamente com os setores. São eles: cadeia do agronegócio; químico e materiais; tecnologias da informação e comunicação (TIC) e mecatrônica.

Em um tempo de duas semanas cada grupo deverá produzir um plano de ação a médio e curto prazo para o setor específico. Logo após, a Certi irá condensar as informações para validar no terceiro encontro.
 
Confira em anexo os materiais produzidos pelos dois workshops já realizados

Mapeamento de inovação - parte 1 - publicado por imprensa em 13/09/2017 - 18:02:36
Mapeamento de inovação - parte 2 - publicado por imprensa em 13/09/2017 - 18:02:36