Apresentação de teatro e de dança encerra Semana da Pessoa com Deficiência

Por Mariana Galvão Noronha
 
Proposta para edição deste ano era divulgar e conscientizar a população sobre talentos e habilidades das pessoas com deficiência
 
A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, através da Fundação Proamor e da Secretaria Municipal de Assistência Social, realizou este ano uma bem sucedida programação da Semana da Pessoa com Deficiência, impactando diferentes públicos em espaços abertos de grande movimentação de pessoas. Com uma programação cultural em diferentes pontos da cidade, a proposta este ano era incluir a pessoa com deficiência e exibir os talentos e habilidades dos usuários do departamento e das entidades para toda a sociedade.
A programação teve início com a abertura oficial no hall de entrada da Secretaria Municipal de Assistência Social, com a Affinitas Banda Show, da Apae, e a exposição de trabalhos de pintura e desenho realizados pelos usuários do Departamento da Pessoa com Deficiência. Na sequência, foi realizada no Terminal Central de ônibus uma apresentação do grupo vocal da Apadevi, que foi acompanhada por um grande grupo de pessoas. Samanta Ribas é professora e acompanhou a apresentação. “Temos o péssimo hábito de julgar as pessoas e limitá-las. Estou encantada com a apresentação deles. Quem disse que um deficiente visual não pode cantar ou tocar um instrumento? Estas limitações somos nós quem criamos e todos podem superá-las”, comentou ela.
Também integraram a programação a apresentação dos alunos da APACD na praça de alimentação do Shopping Total, apresentação do Palhaço Picolé e usuários do Departamento no Terminal Central, uma intervenção cultural de musicoterapia e dança no Calçadão da Coronel Cláudio, além de uma audiência pública para discutir sobre a garantia de direitos para pessoas com deficiência. O encerramento aconteceu no início desta semana, com uma apresentação de teatro do grupo CEPRAF Ney Ribas, do Grupo de Dança Cigana da Escola Maria Dolores, mantida pelo Instituto Duque de Caxias, e do cantor Henrique Lewandowski, que é usuário do Departamento da Pessoa com Deficiência.
“A organização destes eventos ao longo da semana foi muito importante para conscientizar a população, de que as pessoas com deficiência que hoje frequentam instituições e o departamento em nossa cidade são tão capazes quando qualquer outra. A proposta de levar esta programação para espaços de grande fluxo de pessoas em Ponta Grossa foi o diferencial deste ano para sensibilizar um número cada vez maior de pessoas”, avalia a secretária municipal de Assistência Social, Simone Kaminski. De acordo com ele, a Prefeitura já trabalha na elaboração de um Plano Municipal da Pessoa com Deficiência, que vai garantir uma política pública, regulamentada por lei, para estas pessoas.
A vice-prefeita Elizabeth Schmidt destacou a importância de levar a programação para fora do Departamento e garantir a visibilidade dessas pessoas. “Promover estas ações são fundamentais para sensibilizar as pessoas, acabar com o preconceito. Mostrar os talentos dessas pessoas para tantas pessoas, como aconteceu ao longo dessa semana, é uma forma de quebrar paradigmas e preconceitos, revelando pessoas com capacidades especialíssimas”, comentou Elizabeth, reforçando a importância de fortalecer o elo entre Prefeitura, entidades socioassistenciais e as famílias do público assistido.