EDUCAÇÃO: Idosos recebem afeto de alunos da Escola Zilá Bernadete Bach

Em um encontro entre gerações organizado pela escola, alunos realizaram atividade que será relatada em sala de aula e também no blog mantido pelos estudantes
 
Rodrigo K. Silva,
com fotos de Vando Padilha
 
Realizar aulas-passeio é uma atividade bastante praticada nas Escolas Municipais e nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) de Ponta Grossa. Desta vez, porém, havia uma missão a mais na visita dos alunos da Escola Zilá Bernadete Bach aos usuários do Departamento do Idoso, da Fundação Proamor: levar afeto aos idosos que frequentam a instituição.
 
No encontro entre gerações organizado pelas professoras, o roteiro contemplava a troca de experiências, histórias e ideias entre as crianças e os idosos, além de uma caminhada e um café da manhã. O objetivo da atividade era coletar informações para serem discutidas em sala de aula e, posteriormente, alimentar o blog mantido pelos estudantes.

A atividade foi desenvolvida dentro do projeto Linha do Tempo – 25 vidas e uma história, das professoras Rosilda Rocha e Regiane Pedroso com os alunos da quinta série. No projeto, são realizadas conversas com os alunos sobre diversas situações do cotidiano, com o principal objetivo de ampliar os horizontes das crianças. “Além dessas conversas, eles criam textos analisando o cotidiano e fazemos publicações em nosso blog”, conta a professora Rosilda. A ideia do encontro surgiu em uma dessas conversas. “Eles nos mostraram que há bastante preconceito em nossa sociedade em relação aos idosos”, relata.

Desta forma, cada aluno “adotou” um idoso durante a atividade. Ana Lopes, 69, foi a companhia de Michel Espikaliski, 10 anos. “Isso tudo é importante para eles verem que hoje é tudo mais moderno, e saberem que antes era tudo muito difícil. O acesso à escola era muito complicado. Eu ia somente uma ou duas vezes por semana, tinha que caminhar oito quilômetros, tinha fome e às vezes dormia de cansaço. Hoje eles têm tudo, transporte, uniforme, merenda. É bom para eles valorizarem”, conta ela.

Para o menino Michel, o aprendizado será levado para a vida. “Tudo isso é interessante, pra sabermos como era antes e como é agora. Vou contar para os meus filhos quando crescer, e ser uma pessoa melhor”, diz o aluno.

Blog
Parte dos relatos criados pelos alunos é colocada na Linha do Tempo da turma, mostrando a evolução do ano e ajudando-os a compreender o mundo à sua volta. Parte dessas atividades é publicada no blog da escola, que foi criado com o apoio do Projeto Vamos Ler, do portal de notícias A Rede – projeto que também é um grande gerador de temas para o grupo. O blog pode ser acompanhado pelo endereço http://escolazilabach.blogspot.com.br .