Aos 30 anos, Procon/PG reforça ação preventiva

Com 30 anos, completados neste mês de julho, o Procon de ponta Grossa – ou seja, a Coordenadoria Municipal de Orientação e Defesa do Consumidor, vinculada à Secretaria Municipal de Cidadania e Segurança Pública – está reforçando sua ação preventiva. E ampliando sua efetividade nas ações de defesa dos direitos do cidadão. Pesquisa desenvolvida pela Divisão de Controle Processual aferiu o nível de satisfação dos usuários dos serviços prestados pela instituição. Além disso, tem ampliado o desenvolvimento de pesquisas, inclusive a que demonstrou a forte aprovação do público em relação aos serviços prestados por aquele órgão.
Com questionário presencial realizado no calçadão – região Central, foram obtidas 530 respostas. Foram apresentadas questões fechadas sobre os graus de satisfação e de conhecimento dos entrevistados sobre o Procon Ponta Grossa. Mas os participantes puderam ainda apresentar sugestões para melhorar o desempenho do órgão.
Dos entrevistados, apenas 64 informaram não conhecer o Procon Ponta Grossa e 256 pessoas informaram jamais ter usado os serviços de atendimento do órgão. Destes, somente doze pessoas alegaram não indicar o Procon a outras pessoas com a justifica que seu problema não foi resolvido.
Porque o Procon não resolveu? O Procon é um órgão administrativo, atuando como intermediador dos conflitos nas relações de consumo. O Procon é uma solução mais rápida e menos onerosa ao consumidor. Por ser conciliador não pode julgar dano e condenar o fornecedor a arcar com indenização ao consumidor. Quando o consumidor passa pelo Procon e não tem o objeto de sua reclamação resolvido, o consumidor é devidamente orientado sobre como proceder a seguir e a empresa é autuada pela violação dos direitos do consumidor.
Em dois de junho de 2016 o Procon Ponta Grossa saiu da sede da Prefeitura Municipal e iniciou atendimento no segundo piso do Edifício Guaíra – rua Balduíno Taques, nº445, 2ºandar. Com espaço amplo, dispõe de mais conforto e agilidade no atendimento ao consumidor. No entanto, 53% dos entrevistados afirmaram ainda não conhecer a nova estrutura bem como informaram desconhecer o fato que o Procon não está mais sediado na Prefeitura Municipal.
Dos entrevistados 56% desconhecem qualquer ação realizada pela Coordenadoria além do atendimento e audiências. O Procon Ponta Grossa dispõe de uma equipe para realização de pesquisas divulgadas sazonalmente, as pesquisas comparativas fornecem aos consumidores um estudo detalhado da variação de preços de uma mostra coletada e dicas para uma compra consciente. As pesquisas de caráter comportamental realizam estudo de caso de acordo com um tema, através dessa pesquisa pode-se conhecer o perfil de consumidores locais e fornecedores de forma geral, analisando e fornecendo meios de mudar uma possível realidade. Além das pesquisas, o Procon Ponta Grossa agora possui uma Unidade Móvel percorrendo quinzenalmente bairros do município, possibilitando a população acesso fácil a informações e atendimento, além de participação em eventos, como a Ação Global e a München Fest. O setor de Fiscalização do Procon Ponta Grossa tem desenvolvido ações como ajustamento de conduta de empresas que não atuam em conformidade com o disposto em lei e consequentemente a autuação das empresas que não se adequam ao orientado. Os serviços de informação também estão dispostos em entrevistas divulgadas em rádio e tv e através das redes sociais do órgão.
Quando questionados sobre avaliação do órgão, 73% dos participantes avaliaram a atuação do órgão com nota de 8 a 10, 25% avaliou com nota de 4 a 7 e 2% demonstraram insatisfação. Ainda sobre a atuação do órgão, quatrocentas e sessenta e oito pessoas, equivalente a 88%, demonstraram que só tiveram conhecimento sobre a criação de um Procon em Ponta Grossa quando buscaram ajuda e não souberam informar há quanto tempo o órgão atua na cidade.
O Procon Ponta Grossa está completando 30 anos em julho. Em 07 de julho de 1987, a criação do Procon teve o pontapé inicial com a criação do Decreto Municipal nº185, desde então o órgão foi reestruturado e hoje conta com sede ampla e fixa, desenvolvendo um trabalho de relevância e confiabilidade. Continuamente investindo na qualidade do atendimento e capacitação de seus funcionários através de cursos disponibilizados pela Escola Nacional de Defesa do Consumidor, o Procon Ponta Grossa reduziu o tempo de espera no atendimento e no andamento processual, com índice de resolução de mais de 70% no atendimento e 70% no andamento processual. Deste modo, o Procon Ponta Grossa segue há 30 anos atuando conforme suas atribuições institucionais na defesa e proteção dos consumidores, buscando sempre a qualidade dos serviços prestados a todos.
De acordo com o coordenador, Edgar Hampf, o Procon está ampliando suas ações preventivas, inclusive promovendo operações de orientação aos fornecedores, como forma de orientá-los acerca de seus deveres e das penalidades advindas da violação da lei, com isso também ampliando o leque de esforços em favor do consumidor. “A aquisição do Procon Móvel, que está permitindo ao morador de todos os bairros apresentar pessoalmente suas reclamações e receber a orientação adequada é outro ponto essencial: a descentralização dos serviços, acompanhada da forte interação já registrada com o emprego de ferramentas on-line, especialmente redes sociais, tem permitido a um número substancialmente maior de pessoas o contato direto com a informação mais adequada e a orientação mais clara na defesa de seus direitos”.